INSS – Como funciona a perícia?

0
172

Para que você consiga comprovar que você não possui condições de trabalho e precisa receber um dos benefícios disponibilizados pelo INSS, você precisa realizar a perícia.

Se ainda não sabe o que é a pericia ou mesmo como ela funciona, fique comigo até o final, pois, falarei tudo o que você precisa saber sobre o tema.

Boa leitura!

Quais são os benefícios que precisam da perícia do INSS?

Os benefícios disponibilizados pelo INSS e que precisam de perícia para serem recebidos pelos contribuintes são:

  • Aposentadoria por invalidez;
  • Auxílio acidente;
  • Auxílio doença.

Esses são os três benefícios que o INSS exige que seja feito uma perícia.

Mesmo sendo considerado um processo bem simples, ele acaba gerando muitas dúvidas no trabalhador, gerando até mesmo uma insegurança.

Passo a passo para comparecer a perícia médica do INSS

Passo 1 – Faça o agendamento da perícia:

A primeira coisa que você precisa fazer é realizar o agendamento da perícia médica do INSS.

Existem duas maneiras de você realizar esse agendamento, a primeira é pela internet e a segunda é pelo telefone.

O ideal é que você faça esse cadastro pela internet, pois, se o sistema apresentar algum tipo de erro ou mesmo falha no dia da perícia, você consegue comprovar que o agendamento foi feito corretamente.

Mas, se você optar por realizar o agendamento pelo telefone, então anote todas as informações que forem relevantes para o dia da consulta.

Diversas informações são fornecidas durante a ligação, mas as que você precisa guardar são:

  • Protocolo de atendimento;
  • Data e a hora do agendamento;
  • Dia e hora da perícia.

Passo 2 – Dia da perícia:

No dia da perícia, assim que possível solicite um comprovante da realização da perícia.

Não precisa ser nada muito específico, podendo ser, por exemplo, a senha da fila de espera.

Entretanto, na maioria das vezes, depois de feita a perícia, é gerado um tipo de registro para que você consiga acompanhar a situação no sistema.

Se você não conseguiu ser atendido no dia da perícia, podendo ser por algum fator externo, como uma falha no sistema ou a falta do perito, você pode solicitar o reagendamento.

Esse reagendamento pode ser solicitado ali mesmo ou pedir o atendimento no próximo dia útil por ordem de chegada.

Passo 3 – Documentos necessários para levar na perícia:

Não esqueça que você deve levar todos os documentos necessários para que possa comprovar a sua condição de saúde, para que assim o perito possa determinar o tempo de afastamento necessário ou mesmo a aposentadoria por invalidez.

Os documentos necessários são:

  • RG e CPF;
  • Carteira de trabalho, carnês de contribuição ou outros documentos que comprovem o pagamento do INSS;
  • Documentos médicos decorrentes do tratamento como exames, relatórios, atestados;
  • Declaração assinada pelo empregador, informando a data do último dia trabalhado;
  • Comunicação de acidente de trabalho (CAT), se esse for o caso;
  • Para lavrador, pescador ou trabalhador rural, documentos que comprovem está situação, como contratos de arrendamento;

Além desses documentos, é importante que você leve impresso o comprovante do seu agendamento se foi feito online.

– Casos de afastamento de longo prazo:

Se você está sendo submetido a um tratamento focado no longo prazo, você vai precisar comprovar a rotina de consultas e também de exames.

Portanto, o ideal é que ele todas as receitas dos medicamentos que estão sendo utilizados dentro do seu tratamento.

Para ainda mais informações, acesse : https://meu.inss.gov.br/central/#/login?redirectUrl=/

Artigo anteriorINSS – O que é como funciona e quais são os benefícios
Próximo artigoINSS – Dúvidas frequentes sobre o tema

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui