05 dicas para guardar dinheiro ganhando um salário mínimo

Caro leitor, hoje falaremos um pouco sobre dinheiro. Especificamente sobre como guardar dinheiro mesmo com uma renda baixa. O nosso intuito é educar você financeiramente, independente de quanto você ganha. As dicas a seguir são valiosas e podem ser aplicadas em qualquer valor salarial.

Primeiro passo, é estar disposto e saber que você precisa se comprometer a poupar dinheiro, caso contrário sempre surgirá um imprevisto que te faça gastar a quantia que era para ser guardada.

Mas, então qual é o segredo, a virada de chave para conseguir guardar dinheiro? É simples! Não contar com uma parte dele!

Suponhamos que você ganhe mensalmente R$1.000,00 e aqui eu não vou levar em consideração o quanto você gasta pagando as contas de casa. Isso é importante sim, mas o fundamental aqui é te fazer entender que sempre conseguimos economizar, se estivermos dispostos.

Por isso, nós preparamos para você cinco dicas sobre como guardar dinheiro todo mês, mesmo ganhando R$1.000,00.

DICA 1 – Não conte com o dinheiro:

Vamos pensar que você vai começar a guardar apenas 5% do seu salário, isso equivale a R$50,00 por mês. Todo mês assim que você pegar o seu pagamento você vai retirar R$50,00 e transferir para uma conta de investimento, o importante aqui é que você não fique entrando todos os dias nessa conta, simplesmente esqueça desse dinheiro.

Ao final do ano você terá R$600,00 sem considerar o juros de rendimento, caso tenha aplicado o dinheiro.

Assim parece mais fácil guardar dinheiro, do que simplesmente retirar R$600,00 de uma vez.

DICA 02 – Comece com pouco:

A grande dificuldade dos seres humanos é entender que coisas sólidas são construídas com o tempo, hábitos duram quando foram iniciados aos poucos.
Então não se apegue ao valor que está guardando, apenas guarde. Não importa se é R$25,00; R$50,00 ou R$100,00. Todos nós conseguimos  economizar algo.

DICA 03 – Corte gastos supérfluos

Nós seres humanos somos adaptáveis, então tenha uma certeza: você consegue viver com R$50,00 a menos. Evite compras desnecessárias, saídas não programadas, evite usar com frequência os aplicativos de transporte, de comida e de compras online. As vezes nos endividamos porque pensamos no valor separado, mas quando essas coisas são somadas, pode causar um certo espanto.

Quem nunca pegou a fatura do cartão e se assustou com o dinheiro gasto com o aplicativo Uber, por exemplo? Pois é! É disso que estamos falando.

DICA 04 – Reduza o uso do cartão de crédito:

O cartão de crédito não é um inimigo, pelo contrário, pode ser um aliado, principalmente se você tem algum programa de pontos e recompensas. Mas, ele também pode ser um vilão quando fazemos várias compras parceladas de muitas vezes. No começo parece ser inofensivo, mas depois percebemos que virou uma bola de neve.

Se você deseja adquirir algo, se programe e compre à vista. Se você gosta de juntas pontos no cartão, essa dica também vale para você! Junte o dinheiro, passe à vista no cartão e imediatamente pague o cartão! Assim você não acumula dívidas no próximo mês.

E para finalizar nossas dicas, uma dica muito importante.

DICA 05 – Não empreste um dinheiro que fará falta para você

Isso vale para emprestar dinheiro, nome, cartão e qualquer outra coisa que possa comprometer você financeiramente. Já é tão difícil pagar as nossas próprias contas, imagina as dos outros.

Caro leitor, no começo pode parecer difícil mas vai ficando mais fácil abrir mão de coisas que não são essenciais a medida que praticamos e em breve você passará de alguém que economiza 5% para alguém que investe 10, 15, 30% ou mais do seu salário. Isso te garante uma tranquilidade caso imprevistos reais aconteçam.

Esperamos que essas dicas tenham ajudado você e que você consiga aplicar!

Até o próximo post!

Anna Lannay Lima de Oliveira
Anna Lannay Lima de Oliveira
Artigos: 29

0